15 de maio de 2014

TIMIDEZ NA INFÂNCIA



Ele não é o mais popular da turma. Fala baixo, não usa muitos gestos, fica vermelho com facilidade quando chamam a atenção sobre ele, expressa pouco suas ideias e opiniões. Em resumo, ele é tímido. Se seu filho apresenta essas características, é preciso ter atenção na hora de avaliar seu comportamento: "Algumas famílias têm como ideal aquela criança desinibida, atirada e comunicativa. Porém, é preciso respeitar os traços da personalidade da criança que se apresenta um pouco retraída, mas que se relaciona bem com os colegas sem ser o mais popular", afirma a psicóloga Eliana de Barros Santos. A timidez não é uma doença e nem é um problema quando se manifesta dessa forma. O comportamento tímido do filho só deve merecer intervenção dos pais quando começa a provocar sofrimento para a criança. É o caso das crianças que buscam sempre se isolar e brincar sozinhas e que consideram uma verdadeira tortura participar de atividades sociais que deveriam ser prazerosas, como passeios e festas. A timidez também é um problema quando começa a prejudicar o desempenho da criança em suas atividades cotidianas, como na escola. Veja o que fazer para ajudar seu filho a entender e lidar com a própria timidez.

FONTE: EDITORA ABRIL

Nenhum comentário:

Postar um comentário